Pesquisar este blog

sábado, 31 de maio de 2014

Amplificador valvulado com a 6AS11 Compactron - 1W de potência em single ended


Resolvi alterar o amplificador com a 6AS11 pra usar um transformador de força e usar uma fonte de alta tensão convencional de forma a aumentar a potência de saída do amplificador, assim como usar uma malha de realimentação para melhorar a estabilidade e aumentar a resposta em frequência.
Também fiz uma nova montagem, agora usando um chassis de alumínio e os componentes soldados certinhos em mini plaquinhas com ilhoses.
Segue o novo esquema:























Nesse esquema existem as tensões medidas no circuito e assim podemos também ter uma ideia das correntes em cada válvula. A polarização do pentodo ficou em 5,9V, o que nos deixa com uma corrente de catodo de 27mA dos quais uns 22mA de corrente de placa e o restante pela grade de screen, em modo ultra linear.
Com esse circuito consegui obter 8Vpp a 1kHz sem muita distorção sobre uma carga de 8 ohms resistiva. Isso dá uma potência de 1W.  Esse valor cai bastante quando o sinal for abaixo dos 200Hz, o transformador de saída é pequeno (3/4 polegada) e não consegue uma potência significativa sem distorção. Na faixa superior a resposta é bem razoável, chegando a 10kHz.

Cabe ressaltar que ainda deixei de usar um triodo que sobrou na 6AS11 (ela tem dois triodo e um pentodo), o que permitiria fazer mais um estágio de ganho e talvez colocar um controle de tom. Pra um mini amplificador de guitarra, com apenas uma válvula seria possível montar um amplificador quase completo.

Vejam fotos do circuito montado:

















E abaixo alguns oscilogramas, pra quem quiser ver o que acontece com a saturação progressiva da válvula e a distorção resultante (diferente do clipping de um amplificador transistorizado):






2 comentários:

Islanio disse...

Excelente projeto, bem compacto! Percebi que ele é alimentado com 220 V. Nesse caso, em uma região onde a tensão da rede elétrica é 220 V, seria possível montá-lo usando um transformador apenas para o filamento, diminuindo assim o volume total do circuito?

Xformer disse...

Oi Islanio. Apesar de ser possível, não é recomendado fazer a fonte diretamente a partir da rede elétrica, pois por segurança o circuito precisa ser isolado galvanicamente dela. O transformador de força faz esse papel e não deve ser do tipo auto transformador que tem apenas um enrolamento.